Café da Manhã Café da Manhã

Bolos, pães e biscoitos acompanhados de café, leite e chá.

Hora da Fruta Hora da Fruta

Frutas picadinhas, sucos, vitaminas

Almoço Almoço

Carnes brancas e vermelhas, ovos, legumes frescos, verduras, castanhas e cereais, tudo elaborado com o mais alto grau de higiene.

Chá da tarde

Bolos, pães e biscoitos, frutas picadinhas acompanhados de café, leite e chá.

Jantar Jantar

Sopa de legumes ou purê, com carne.

Ceia Ceia

Chá ou suco com biscoitos ou fruta.

Nutricionista

Com o passar dos anos as necessidades nutricionais dos indivíduos passam por algumas mudanças. A alimentação para terceira idade requer mais atenção, pois nessa fase da vida o corpo apresenta maior dificuldade na absorção de nutrientes o que pode contribuir para o desenvolvimento de algumas doenças como, por exemplo, a osteoporose.

Cálcio, vitamina D, fibras, proteínas, vitamina B12 e zinco são exemplos de alguns dos nutrientes que são essenciais e devem estar sempre presentes na alimentação dos idosos. Fibras podem ser encontradas em vegetais, frutas, legumes e alimentos em sua versão integral. O cálcio pode ser encontrado em alimentos como leite, queijo branco, iogurte, vegetais de cor verde escura (couve, brócolis).

Alimentos cuja base é ingredientes refinados (açúcar, farinha branca...) e que possuem acúmulo de agrotóxico deixam ainda mais difícil à absorção dos nutrientes pelo intestino. Outra questão a ser observada é que idosos devem evitar o consumo de elevadas quantidades de alimentos em uma mesma refeição. O ideal é optar por uma alimentação fracionada, comer em menores quantidades, dividindo a alimentação em cinco refeições ao longo do dia, para não sobrecarregar o estômago.

O acompanhamento nutricional deve ser um dos itens da atenção à saúde da pessoa idosa. Pois a consulta ao nutricionista favorece o planejamento e a adoção de uma alimentação saudável, contribuindo para a segurança alimentar e nutricional e para a qualidade de vida dessas pessoas.